Como respirar corretamente ao cantar

Respirar ao cantar

O segredo da afinação de um cantor é respiração correta. Se ao cantar, você não tiver domínio da respiração e não controlar a saída de ar, não sustentará uma nota afinada por muito tempo.

Mesmo sabendo como cantar afinado e com um timbre bonito, se não tiver este controle terá um resultado comprometido. A respiração é a base do canto, está intimamente ligada à afinação, a colocação e volume da voz e a resistência do cantor.

Há uma necessidade no aperfeiçoamento da respiração para que o cantor ou cantora possa ter um melhor aproveitamento em suas performances.

Muito além do fornecimento de energia e da purificação do nosso organismo, a respiração é para nós uma das maneiras de se preservar as pregas vocais. Toda vida respiramos sem nos preocupar se a forma como respiramos é a correta.

A respiração torna-se um acontecimento digno de ser observado, já que ela é um dos elementos básicos na produção do som. As pregas vocais atuam com o ar passando por elas, abrindo-se por tensão e fechando-se. Quanto mais ar se move a pressão diminui.

A respiração é de suma importância para nós. A sua finalidade será o armazenamento de ar para emissão dos sons. O mais importante não é a quantidade de ar que inspiramos, pois cada um tem um limite, mas sim saber controlar a saída do ar.

Diante disso vamos perceber uma grande diferença. A respiração é fator primordial e fundamental na produção de sons vocais. A respiração se realiza em dois tempos: a Inspiração e a Expiração.

A inspiração normal se faz a partir do princípio de que a natureza não tolera vácuo. Ora, expandindo-se a caixa torácica e,  com ela, os pulmões, a pressão dentro destes fica reduzida, e o ar exterior se precipita nas narinas e garganta abaixo.

A inspiração promove a entrada de ar nos pulmões, dá-se pela contração da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma abaixa e as costelas elevam-se.

Assim é promovido o aumento da caixa torácica, com conseqüente redução da pressão interna (em relação à externa), forçando o ar a entrar nos pulmões.

A expiração promove a saída de ar dos pulmões, dá-se pelo relaxamento da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma eleva-se e as costelas abaixam.

Isso diminui o volume da caixa torácica, com conseqüente aumento da pressão interna, forçando o ar a sair dos pulmões.

Esta é uma das dicas para você cantar melhor, aprenda a controlar a tua respiração e assim será possível sustentar as notas afinadas por mais tempo.

O que achou do artigo?

O que achou do artigo?