Louvores em medley

É sempre bom ter referências que nos ajudem a entender como deve ser feito um medley de louvores nas igrejas e reuniões evangélicas.

Aqui estão alguns exemplos de medleys de louvores bastante cantados nas congregações cristãs.

Soraya Moraes – Quão Grande é o meu Deus

Este medley reúne, além de “Quão grande é o meu Deus”, “Então minh’alma canta a ti Senhor”, “Grande é o Senhor” e “Porque grande és tu”. Percebeu que há um mesmo tema?

Pois é! Além disso, o ritmo e a tonalidade são mantidos, e subida de tom é suave, que prepara para entrar no “Grande é o Senhor”, com 9min55s do clipe.

Fernandinho – Nada além do Sangue

Em “Nada além do sangue”, Fernandinho inclui o refrão de outro louvor com o mesmo tema: “Alvo mais que a neve, sim neste sangue lavado, mais alvo que a neve serei”.

Gabriela Rocha – Medley de adoração

Neste medley foram cantados “Teu santo nome”, “Pra onde iremos”, “Pra te adorar ó Rei dos reis” e “Nada além do sangue”.

O objetivo deste medley, como o título sugere, está bem definido, é adorar a Deus.

Joyce Carnassale

Joyce, em um trio com Marcel Freire e Riane Junqueira, canta o refrão de “Foi na cruz” com “Eu irei para a cruz onde pude perceber”.

O refrão é do tradicional hino “Oh quão cego andei e perdido vaguei”. É uma rápida transição, mas serve de referência.

Diante do Trono

Este é um daqueles casos em que o medley é uma exceção em relação ao tema, pois tem o objetivo de fazer retrospectiva.

Trata-se da despedida de alguns integrantes do grupo, e a intenção é relembrar o histórico.

Esperamos que com estas referências você seja capaz de tocar e cantar também vários louvores em medley.

Deixe abaixo, nos comentários, outras sugestões que tiver!

Enviar nos grupos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Left Menu Icon
Louvor Real