Súplica – Ozéias de Paula
Loading advertisement...
Preload Image
Up next

Quarto secreto – Marquinhos Gomes

Cancel
Reprodução automática

Súplica – Ozéias de Paula

Veja letra e vídeo de Súplica – Ozéias de Paula.

Publicidade

Súplica – Ozéias de Paula (Letra e vídeo)

Quando eu sinto a tristeza chegar,eu oro
Quando vejo minha fé vacilar,eu oro
Quando sinto que não sou o mesmo
Quando penso que ninguém eu sou
Na oração eu encontro o refúgio que afasta o temor.

refrão

Quando eu oro eu falo com Deus e Deus fala comigo
Logo abrem-se as portas do céu e eu não sinto o perigo
A oração é a chave de tudo
A oração de um crente fiel
Tem poder pra mover fortemente o coração de Deus

Quando vejo as ondas que vem, eu oro
Ajoelhado á sombra da cruz, eu choro
E derramo meu pranto oprimido,
Suplicando á bênção de Deus
Logo eu sinto invadindo o meu ser a presença de Deus

refrão

Quando eu oro eu falo com Deus e Deus fala comigo
Logo abrem-se as portas do céu e eu não sinto o perigo
A oração é a chave de tudo
A oração de um crente fiel
Tem poder pra mover fortemente o coração de Deus