Musicas gospel com heresias

10 músicas gospel com heresias

Musicas gospel com heresias são cantadas por milhares de pessoas, evangélicas ou não, dentro ou fora das igrejas.

Consideram-se heresias os desvios daquilo que uma música verdadeiramente gospel deveria ter.

Por incrível que pareça, elas costumam ganhar local de destaque em eventos e nas rádios, ficando até entre as mais ouvidas.

Acreditamos que não há porquê deixar de ouvir ou cantar tais músicas, desde que se tenha consciência e entendimento do que elas querem dizer.

Se uma canção não se enquadra dentro dos padrões bíblicos de louvor, ela poderá ser ouvida ou cantada na mera condição de música, como outra qualquer.

Mas antes de expor reflexões acerca das letras que contém distorções em relação à Bíblia, é importante relembrar o verdadeiro propósito do louvor bíblico.

Significado de louvor

Louvar é o mesmo que enaltecer, exaltar, glorificar, agradecer à alguém por seus feitos.

O louvor bíblico é, portanto, a exaltação que o homem deve fazer única e exclusivamente a Deus.

Normalmente generalizamos e consideramos como louvor tudo quanto é cantado em ambientes religiosos, mas há que se fazer distinção entre louvor, música, cântico, hino, etc.

Um hino bíblico é, por exemplo, um cântico de louvor à Deus!

Louvamos a Deus com palavras (mesmo as não cantadas) e quando estas palavras de louvor se unem à música, formam um cântico, um hino.

Infelizmente, por finalidades distintas, o significado do louvor é deixado de lado, e o que se ouve em várias canções é uma sequência de heresias.

Mas, o que é heresia?

Significado de heresia

Heresia é uma ideia ou prática que destoa da doutrina estabelecida pelo livro considerado como via de regra e prática, no caso dos cristãos (evangélicos), a Bíblia Sagrada, com 66 livros.

Portanto, canções contendo heresias contribuem para um entendimento distorcido e confuso, prejudicando a compreensão correta do que está na Bíblia.

As canções analisadas são obras publicadas e comercializadas com o rótulo de “música evangélica” ou “música gospel”, e são muito cantadas em ambientes religiosos.

Por isso as análises são com base no conteúdo da Bíblia como um todo, e não na intenção do autor ao compor determinada canção.

Se precisássemos conhecer também os cantores e suas intenções nas canções, estaríamos admitindo que as mesmas não são essencialmente bíblicas.

O autor que procuramos conhecer com maior profundidade é o da Bíblia (Deus), com Seus desejos e planos revelados em Sua Palavra.

Sobre os cantores evangélicos

Ressaltamos que não há intenção de analisar a vida dos cantores evangélicos mas, à Luz da Palavra, suas composições equivocadas.

Os cantores tem vida pública e estão cientes que suas obras (composições) podem (e devem) serem expostas à análise bíblica.

Acreditamos sinceramente que os cantores não são más pessoas, mas desvios doutrinários em suas músicas podem desviar muitos da Palavra.

Há pessoas que se sentiram bem ao ouvir algumas destas músicas e, de fato, reconhecemos a eficácia terapêutica e revitalizadora de uma música.

O que se discute aqui não é a capacidade técnica que estas músicas tem de nos colocar pra cima, mas a origem de seus conteúdos, se é ou não a Bíblia.

Há muita boa vontade por aí, inclusive nestas músicas, mas, para refletirmos, segue uma frase:

Por não discernir isso, muitos de nós vamos aceitando tudo e todos, sem lembrar que em Exôdo 7:11 lemos o que fizeram os magos no Egito:

“E Faraó também chamou os sábios e encantadores; e os magos do Egito fizeram também o mesmo com os seus encantamentos”.

Atos 16:16 também traz a história de Lídia, uma jovem que tinha um espírito de adivinhação que gerava lucro aos senhores.

Como Paulo expulsou este espírito, foi preso juntamente com Silas.

O que extraímos daqui é que nem sempre as boas intenções, as boas músicas, as boas falas e aquilo que nos faz bem, vem de Deus.

Não fique com coisas ou pessoas “boazinhas”, fique sempre com o que é de Deus!

Aí alguém dirá: “Ah, mas o louvor é pra Deus, Ele que deve dizer se aceita ou não”, mas Ele já disse, pela Palavra e cabe à nós aprender analisar aquilo que é heresia, pois elas existem!

“E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós”. 1 Coríntios 11:19

10 musicas gospel com heresias

Raridade – Anderson Freire

A análise da letra da canção Raridade foi feita por muitos pastores, teólogos e administradores de blogs evangélicos, o que pode ser conferido numa rápida pesquisa, ou clicando aqui.

Há vários pontos em desacordo com a Bíblia, citaremos alguns:

“Sua alma é um bem que nunca envelhecerá”.

Talvez o cantor quisesse “consolar” o homem e recomendar “cuidados” com a alma, e assim escreveu que ela não envelhece.

Na Bíblia, a palavra alma aparece no hebraico (nefesh) e no grego (psique) e podem significar vida, pessoa, indivíduo ou alma.

E é possível encontrar alguns textos que fazem menção de sentimentos e estado de alma:

  • se enfada (Levítico 26:30)
  • se seca (Números 11:6)
  • se entristece (Jó 19:2, Marcos 14:34)
  • se abate (Salmos 42:1)
  • fica presa (Salmos 142:7)
  • tem desejos (Provérbios 21:10)
  • chora (Jeremias 13:17)
  • morre (Mateus 10:28)
  • é purificada (1 Pedro 1:22)

“O pecado não consegue esconder”.

Ser pecador não nos impede de ter Jesus, mas a prática do pecado sim, esconde. Não há acordo entre luz e trevas, quando uma chega, a outra sai.

Devemos ser “sal da terra” que não fica insípido, sem utilidade, e “luz do mundo” que não fique embaixo da cama.

Em Isaías 59:2 “Mas as vossas iniquidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça”.

Sim, Deus rejeita a oração por causa da transgressão, iniquidades, pecados e opressões.

“Você é um espelho que reflete a imagem do Senhor, não chore se o mundo ainda não notou”.

Se refletirmos verdadeiramente a imagem do Senhor, o mundo notará sim! E, se isso não acontecer, algo está errado.

Leia a oração de Jesus em João 17:21: “… para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste”.

A canção utiliza mais vezes a palavra “você” e menos “Deus”, “Jesus”, dando ênfase em qual é o centro da mensagem dela.

Sonhos de Deus – Ludmila Ferber

Esta é uma outra canção que trata mais do homem que de Deus. Cantada por Ludmila Ferber, que compôs belos louvores como “Tuas fontes”, “Sonhos de Deus” possui equívocos.

A começar pelo título, pois Deus, ao contrário dos humanos, não sonha.

Outro trecho no mínimo controverso é um convite à receber a unção.

“Recebe a cura, recebe a unção, unção de ousadia, unção de conquista, unção de multiplicação”.

O texto abaixo, que não é fora de todo o contexto do capítulo de 1 João 2, revela que aquele que está em Cristo possui a unção.

“E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas”1 João 2:20

Sabor de Mel – Damares

A Louvor Real toca uma bela canção de Damares, intitulada “Consolador”, que ressalta a importância do Espírito Santo, mas em “Sabor de Mel”, a cantora compartilha o seguinte pensamento:

“Quem te viu passar na prova e não te ajudou, quando ver você na benção vão se arrepender vai estar entre a plateia e você no palco, vai olhar e ver Jesus brilhando em você”.

Palco não combina com Evangelho. Jesus, o líder cristão, após ter sido negado, não foi para um palco, foi para uma cruz, onde, não se vingou dos malfeitores, mas pediu à Deus perdão para eles.

Filho meu – Thalles Roberto

Desnecessário maiores comentários sobre esta canção, apenas que o cantor Thalles Roberto colocou o próprio Deus numa condição inferior, implorando atenção do homem. Leia:

“Filho meu ta fugindo de mim, ja tentei, procurei, e outra vez, você me rejeitou, porta na cara doeu. Filho meu, ta correndo de mim é, ontem eu me lembrei, de uma antiga oração, que você fez no monte. Lembra filho? Eu chorei, enquanto eu viajava nesse flashback”.

Restitui – Davi Sacer

“Restitui, eu quero de volta o que é meu”.

Também é uma canção combatida pelos ensinamentos bíblicos. Haja visto o que disse Jó, após perder filhos, bens e saúde: “Deus deu, Deus levou, louvado seja Deus”.

Como prometeste – As muitas águas

“Não tenho as palavras certas a dizer, pra provocar-te a querer-me mais, do que já me Queres”.

Esta expressão denota um desejo de ter palavras que “provocassem” à Deus por seu amor, como se isso fosse possível.

Faz um milagre em mim – Regis Danese

Esta foi uma das mais cantadas quando do lançamento. No trabalho, no ônibus, nas igrejas, nos trios elétricos, no carnaval, em todos os lugares.

Isso reforça a máxima de que, nem sempre o que é popular, é o correto! Nesta canção o cantor Régis Danese conta, com erros, o encontro de Zaqueu com Jesus.

Ele inicia:

“Como Zaqueu quero subir o mais alto que eu puder”.

Sabemos que o que motivou Zaqueu subir na figueira foi sua pequena estatura, somado ao fato de Jesus estar cercado por uma multidão.

Ele estava na condição de curioso e, sendo publicano, não era bem visto pela sociedade da época, o que nos faz desejar se afastar deste modelo.

Ainda mais que Jesus, após vê-lo, o chama pelo nome e pede pra descer (pra quê subir se Jesus te quer lá embaixo?).

O refrão diz:

“Entra na minha casa, entra na minha vida, mexe com minha estrutura, sara todas as feridas”.

Este deve, sim, ser um desejo de todo aquele que segue à Jesus, mas, se o contexto da canção é sobre Zaqueu, nada mais coerente do que continuar narrando a história.

Sendo assim, é incorreto cantar a frase acima, pois, Zaqueu não pediu para que Jesus entrasse em sua casa, pelo contrário, Jesus pediu que ele descesse de onde havia subido para, assim, pousar em sua casa.

Reflexão Importante

Se você tem proximidade com algum dos cantores citados, ou se considera até mesmo um fã, procure deixar de lado esta preferência, para ficar com o que diz a Bíblia.

Não há pretensão de causar rejeição à nenhum cantor “gospel”, mas alertar que todos que se intitulam discípulos de Jesus estão sujeitos à Sua Palavra.

Sendo assim, Deus, o Pai, e o Filho Jesus não fazem composições de louvor para o homem, antes, Eles são dignos de louvor, e estão acima de qualquer interesse comercial.

A priori, os cantores não podem ser considerados pessoas ruins, carecem de nossa oração, para que influenciem corretamente as milhares de pessoas que os ouvem.

Agora, caso estas práticas sejam recorrentes, desconfiemos da real finalidade, e passemos a rejeitar suas musicas gospel com heresias.

E o que toca na Louvor Real?

Nem sempre o que é mais popular deve ser tocado. Para fazer a programação da nossa rádio fazemos constante revisão das letras dos louvores e retiramos o que não for edificante.

Atenção: Não temos o poder de dizer o que as pessoas devem cantar ou ouvir!

Antes de comentar, saiba que gostamos de conversar com quem pensa diferente e pedimos que não esqueça de se identificar e informar um meio de contato.

Comentários anônimos serão removidos, pois consideramos que aqueles que tem argumentos mais contundentes do que um simples “os textos estão fora de contexto”, poderão contribuir para o aperfeiçoamento deste artigo.

Não fazemos publicidade deste artigo, nem o colocamos em nossa página inicial.

Se você chegou até aqui é porque tem interesse no assunto e não pode considerá-lo um “mi-mi-mi” (que é a fala de quem não tem um argumento).