Como falar com microfone

Como falar com microfone

Como falar com microfone é algo necessário em vários lugares e ocasiões, algumas dicas de como usá-lo corretamente são bem-vindas.

O uso correto do microfone pode favorecer o orador (que é qualquer pessoa que precise passar uma simples informação ou fazer um discurso).

Muitas pessoas não ficam à vontade, por não saber como segurar e posicionar. Outras, por causa da timidez, tem certa fobia de microfone.

Mas saber utilizar o microfone nos ambientes necessários, como numa palestra profissional, pode ajudar na preservação da saúde vocal.

Este é um recurso indispensável nos dias de hoje, por isso, com estas dicas, os obstáculos serão vencidos!

Tipos de microfone

Não é necessário ter conhecimento técnico aprofundado, com informações básicas é possível não atrapalhar a apresentação por falha no equipamento.

MICROFONE DE MÃO

Microfone de mão

O microfone “de mão” e sem fio geralmente possui uma LED (luz), que “comunica” com sua base e antena (distantes).

Assim é importante verificar se o microfone está ligado na posição correta, e se não há interferências no sinal de comunicação com a base.

MICROFONE DE TRIBUNA

Microfone de tribuna

O microfone de tribuna é fixo e limita o deslocamento do orador. Neste caso é fundamental posicioná-lo bem, de acordo com a altura (do corpo do orador).

O ajuste da haste é necessário para que o orador não precise se encurvar (para alcançar o microfone inclinado) ou afastar (no caso de estar muito em pé).

MICROFONE HEADSET

Microfone Headset

Com o microfone “Headset” (como um fone de ouvido), a base poderá ficar presa à cintura e o cuidado deve ser redobrado para evitar esbarrões e a exposição do fio.

Em alguns casos, recomenda-se conhecer também a marca e outras recomendações que podem ser obtidas com o técnico de som.

Como falar com microfone

DISTÂNCIA CORRETA

Via de regra, falar ao microfone com distância de 30 cm da boca pode não adiantar. Ele não vai captar bem e será quase impossível escutar algo.

Do contrário, se ele estiver muito próximo da boca, será necessário cuidado com os estouros, sibilações e outros problemas.

Recomenda-se fazer o teste antes da utilização oficial ou, quando possível, tentar falar ao microfone da mesma forma que outra pessoa que tenha usado anteriormente.

Claro uma pessoa possui tipo de voz diferente da outra. E, neste caso, é essencial a interação com o técnico de som, pra que ele seja hábil para aumentar ou diminuir o volume.

Segurar o microfone com distância de 5 cm geralmente funciona bem.

TOM DE VOZ

Quando não puder ouvir o retorno do som, para saber se todos estão ouvindo, nada melhor que perguntar aos ouvintes, que certamente irão colaborar.

Gritar ao microfone não é o objetivo, nem tampouco falar muito mais baixo do que o natural. Devemos falar com tom de voz natural.

O microfone se encarregará de amplificar o som e levar à todos os lugares do ambiente, por meio das caixas de som.

O que não fazer com o microfone

Algumas pessoas, por desconhecer o funcionamento do microfone, adotam algumas práticas prejudiciais ao equipamento.

Além disso, tais práticas podem comprometer a apresentação e a concentração dos ouvintes. Citamos algumas:

  • Não troque o microfone constantemente de mão. Tal ato demonstra nervosismo e causa oscilações de volume;
  • Não coloque a mão na espuma do Headset, isso gera ruídos e (até microfonia);
  • Não bata no microfone com o pretexto de estar testando. Microfone se testa falando.
  • Não aponte a “cabeça” do microfone para uma caixa acústica, pois ao captar o som haverá certa redundância e consequente microfonia.
  • Não mova de forma aleatória a chave seletora “ON-OFF” do microfone sem saber o que está fazendo.

Se este artigo foi útil para você, compartilhe para que outros também saibam como falar com microfone!

1 Comentário

O que achou do artigo?