Santo, Santo, Santo, Deus onipotente

Santo Santo Santo, Deus onipotente

“Santo Santo Santo, Deus onipotente”, esta é a história de um hino escrito pelo bispo de uma igreja inglesa, Reginald Heber (1783-1826).

Heber escreveu cerca de 57 hinos durante sua vida. Após a inesperada morte dele, aos 43 anos de idade, sua esposa encontrou a letra de “Santo, Santo, Santo, Deus todo poderoso” e, com a ajuda do músico John B. Dykes (1823-1876) conseguiu publicar este hino.

O hino “Santo, Santo, Santo, Deus onipotente” enfatiza a as ações do Deus Trino e atravessa gerações, trazendo para a terra a adoração que é feita, pelos anjos, nos céus.

Na Bíblia, no capítulo 4 de Apocalipse, sobre aquele que vive, o apóstolo João escreveu:

“E os quatro animais tinham, cada um de per si, seis asas, e ao redor, e por dentro, estavam cheios de olhos;

e não descansam nem de dia nem de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo, é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, que era, e que é, e que há de vir”.

Santo Santo Santo Deus todo onipotente – letra

Hino: Santo, Santo, Santo, Deus todo poderoso
Compositor: Reginald Heber
Ano: 1826

Santo! Santo! Santo! Deus onipotente!
Cedo de manhã cantaremos teu louvor.
Santo! Santo! Santo! Deus Jeová triúno,
És um só Deus, excelso Criador.

Santo! Santo! Santo! Todos os remidos,
Juntos com os anjos, proclamam teu louvor.
Antes de formar-se o firmamento e a terra.
Eras, e sempre és e hás de ser, Senhor.

Santo! Santo! Santo! Nós, os pecadores,
Não podemos ver tua glória sem temor.
Tu somente és santo; não há nenhum outro,
Puro e perfeito, excelso Benfeitor.

Santo! Santo! Santo! Deus onipotente!
Tuas obras louvam teu nome com fervor.
Santo! Santo! Santo! Justo e compassivo,
És um só Deus, supremo Criador.

O que achou do artigo?

O que achou do artigo?